Benassi pela Saúde

Na Saúde, se preocupou com o planejamento familiar e criou a lei que estabelece normas e condições para a rede pública promover cursos, dar informações técnicas e orientações de um médico-social aos casais que pretendem participar do Programa, dando acesso aos métodos contraceptivos e a realização gratuita da laqueadura tubária ou vasectomia (Lei- 7.602/93). Com isso, a rede pública passou a oferecer assistências médicas, sociais e psicológicas às mulheres que necessitarem da interrupção da gravidez. Outra ação importante foi a implantação dos serviços odontológicos nos Postos de Saúde (Lei- 9.399/97). Participou diretamente na reivindicação pela construção do Posto de Saúde da Vila Costa e Silva e do Centro de Saúde do CDHU-Amarais.